Categoria

Política

Categoria

Em Março, com o crescente debate público sobre o Coronavírus, o usuário do Twitter, @lfburigo, aparentemente perguntou quais professores derrotariam o Coronavírus. https://twitter.com/lfburigo/status/1238550124512653312?s=20 O Tweet viralizou e se tornou uma espécie de catarse social, onde vários jovens comentaram sobre as características marcantes de seus professores. Midian Dos Santos foi uma dessas jovens, que ao ver a pergunta, logo se lembrou de sua professora Valéria Campinas Braustein e resolveu marcá-la em um publicação no Facebook. A…

O movimento Sleeping Giants Brasil, está contando com a ajuda de milhares de cidadãos para lutar contra o financiamento do discurso de ódio e das Fake News! Publicamos anteriormente o ranking / lista dos sites de baixa qualidade e fake News em 2020 elaborado pela organização Somos99 e um tutorial de como denunciar ao Google um site com Fake News / Conteúdo Enganoso. Está circulando uma planilha colaborativa reunindo empresas, instituições, e organizações que se…

O movimento Sleeping Giants, nascido há quatro anos, nos Estados Unidos, chegou ao Brasil no último domingo. A ideia é acabar com o financiamento de sites que propagam desinformação e Fake News, expondo os anunciantes que contribuem com o faturamento desses sites. https://twitter.com/slpng_giants_pt/status/1263864085038477314?s=20 E tem dado muito certo, diversas empresas já anunciaram que interromperam a veiculação de seus anúncios nos sites mencionados. Apesar do sucesso que tem feito, não é o único a combater a desinformação.…

No fim de março publicamos uma matéria jornalística relatando o que acontece durante um dia em um grupo de WhatsApp bolsonarista e observamos muitos relatos nas redes sociais de leitores chocados com o alto nível de desinformação, Fake News, e discurso do caos. Desde que surgiram os primeiros casos de Coronavírus no Brasil, esse movimento, tipicamente normal em um grupo de zap bolsonarista, se intensificou e passou a ser direcionado em cima das questões sobre…

A Internet é um instrumento, e, como tal, é utilizada conforme a vontade de seu manuseador, principalmente quando se trata de debate público. Se se pode considerá-la um universo de busca de informações, cada vez mais percebe-se que as mesmas ficam restritas dentro de perfis segmentados. Pude constatar isso na prática na manhã do dia 23 de março, quando abri o Twitter e vi a notícia da MP autorizada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido),…

Como o mito da Meritocracia nos faz sentir culpados por nossos fracassos. Basta digitar a frase “seu futuro só depende de você” nas redes sociais, que surgem diversos memes, nossas piadas do dia a dia, com fotos de gatinhos tristes, pessoas chorando, reflexivas, acompanhadas de diversas mensagens relatando muita preocupação, tristeza e desconforto. Veja algumas: https://twitter.com/AquelaApaixona1/status/1207742571008663552?s=20 https://twitter.com/blogueirinhaofc/status/1173999274151022593?s=20 https://twitter.com/medeixabad/status/1131644580401754112?s=20 https://twitter.com/borntidar/status/867861276160139265?s=20 Uma piada se torna engraçada quando esperamos por algo, e, de repente, acontece outra coisa. Os…

Como os planos de redes sociais ilimitadas contribuem para o emprobrecimento do debate público no Brasil. Como você se sentiria se tivesse a oportunidade de entrar na maior biblioteca do mundo, onde houvessem milhares de livros fascinantes, sobre todos os assuntos de todos os tempos, e lá, avistasse uma placa dizendo que só é possível ler 5 livros, que foram pré definidos pelo bibliotecário? Infelizmente essa é a realidade do Brasileiro, quando o assunto é…

Segundo dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil soma 13,5 milhões de pessoas na extrema pobreza, sobrevivendo com até 145 reais mensais. A miséria atinge principalmente os estados do Norte e Nordeste do Brasil, em especial a população preta e parda, sem instrução ou com formação fundamental incompleta. No pequeno município Alagoano de Penedo surge um personagem carismático e sobretudo assistencialista: Carlinhos Maia, que já foi considerado o brasileiro mais…

Como o processo histórico de desumanização de categorias sociais legitimou o Genocídio de Paraisópolis. Certa vez ouvi de uma Professora Negra militante com uma visão bem crítica que: não devemos chamar as Favelas de comunidades, porque os moradores não escolheram viver em “comunidade”. Eles na verdade não tem outra escolha a não ser construir amontoados de barracos precários para sobreviver à margem da sociedade. Podemos observar na imagem abaixo o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)…