O movimento Sleeping Giants, nascido há quatro anos, nos Estados Unidos, chegou ao Brasil no último domingo. A ideia é acabar com o financiamento de sites que propagam desinformação e Fake News, expondo os anunciantes que contribuem com o faturamento desses sites.

E tem dado muito certo, diversas empresas já anunciaram que interromperam a veiculação de seus anúncios nos sites mencionados.

Apesar do sucesso que tem feito, não é o único a combater a desinformação. A organização de combate à desinformação, Somos 99, há 3 anos organiza com base em critérios específicos e metodologia, um ranking dos sites brasileiros menos confiáveis

A metodologia leva em consideração vários fatores com pontos para definir uma nota final classificando os sites como Não confiável, Melhor checar as fontes, Falta de informação e Seguro.

Confira a edição de 2020.

Autor

Franklin Alexandre é gestor de Marketing e graduando em Psicologia. Autor do livro paradidático "Universos Diversos em Diversos Universos", atualmente conduz uma pesquisa voltada para a área de Políticas Públicas de Saúde pela Universidade Paulista e atua principalmente nos seguintes temas: políticas públicas de saúde, psicologia escolar, psicanálise com crianças e educação inclusiva.

Escreva um Comentário